Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Victor José

Sou simplesmente alguém que gosta de gozar um pouco a vida, de criar, de crescer como Homem e de sentir intensivamente. Gosto da brisa do mar, gosto do silêncio, dos amigos, do sol... Deixem-me sonhar e ser feliz !

Victor José

Sou simplesmente alguém que gosta de gozar um pouco a vida, de criar, de crescer como Homem e de sentir intensivamente. Gosto da brisa do mar, gosto do silêncio, dos amigos, do sol... Deixem-me sonhar e ser feliz !

Regresso à inocência

Victor José, 25.06.13
Como já fomos inocentes, puros… alheios a conflitos da sociedade moderna e sem princípios éticos. Como já fomos felizes e ingénuos por não nos preocuparmos com o futuro e de não lamentarmos o passado… como eu gostaria de reconquistar a minha inocência… 


Utopia viciante

Victor José, 12.04.13

Adoro também de escrever poemas pequenos, suaves... com a tal infinidade resumida em poucas palavras e que inspiram a continuar a escrever sem fim. Eu gosto!

Nasci para te amar

Victor José, 17.03.13

Nascemos para sofrer, para criar, para ajudar, para construir, para perdoar, para acreditar… para sonhar... 

A nossa vida é uma mistura perfeita de contrastes onde é importante e imperativo AMAR… 

Saudade de mim

Victor José, 03.04.10

Sim, é verdade... tenho saudade de mim, saudade de voltar a encontrar-me a mim próprio e de falarmos muito... da vida, da esperança, da solidão, da felicidade... falar do tempo e da distância que nos separa, falar destes Mundos tão diferentes entre o poeta e o cidadão comum.
Um dia saberei quem sou e por onde tenho andado (?)

É este o meu destino

Victor José, 16.12.09

 

Desde muito cedo, senti a necessidade de partir para a aventura e vive-la até aos extremos... do bom, do agradável, mas também da tristeza, desilusões e sempre tentei compreender as pessoas que me rodeavam, os seus problemas, as suas alegrias…
É este o meu destino que vou desenhando, são estas as palavras que também me alimentam e por vezes se revoltam e me dão a sensação de não ser ninguém, de nada valer...
© Victor José
(todos direitos reservados pelo Autor)

Prova de amor

Victor José, 23.03.09

Quando sentimos que pertencemos a alguém e quando se ama verdadeiramente, por vezes sentimos também a necessidade de uma entrega sem exigências, única, sem contrapartidas, sem principio, sem fim… simplesmente assim…



 

Recordações de amor

Victor José, 14.11.08

Recordações de amor quem as não tem? Fazem parte da nossa vida, da nossa melancolia, da nossa felicidade… e não as devemos esquecer, porque nos ajudam a entender e a viver melhor o presente, ajudam a diferenciar o que devemos guardar no coração e a aguentar a nostalgia de um passado… pela saudade ou pela indiferença de não terem sido mais que isso: recordações!

Adrenalina do amor

Victor José, 05.10.08

Duas almas envolvidas em carícias, dois corpos unidos num só sentimento… um transpirar saudável… desejado… adorado… amado por todas as milhares de células do meu corpo, cada uma sentindo por si… um só amor…